Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

As aventuras e desventuras da compra de um livro de Herberto Helder

16.05.15publicado por Gato Pardo

Comprar um livro de Herberto Helder, sem reserva feita, no primeiro dia de vendas, julgo que será muito similar a invadir a casa da Alexandra Lencastre pela manhã no intuito de ser convidado para o café da manhã. Missão impossível, dirão vocês.

 

Isso do conceito de impossível é muito relativo.

Após muito telefonema, lá consegui o meu exemplar. Travei um diálogo muito interessante com a funcionária da livraria onde me guardaram religiosamente o meu exemplar. Foi-me dito que é uma pena que 60% dos exemplares adquiridos daqui por uma semana estarão à venda no OLX pelo triplo ou mais do seu valor (porque como em livros anteriores, este "Poemas Canhotos" não será alvo de mais edições). Ou seja, isto não é para amantes de poesia. É para capitalistas de meia tigela armados ao pingarelho.

Herberto Helder deve estar a dar voltas na campa por esta altura. Ele não era adepto de que os seus livros perdurassem no tempo. Era desejo dele que a poesia fosse efémera, que tivessem um tempo de vida relativamente curto. Esta é a verdadeira razão das publicações serem alvo de uma edição única.

E o que é que acontece?

Os chacais encontram forma de lucrar com isso, desvirtuando por completo a verdadeira razão..

O meu exemplar irá viver ad eternum junto de muitos outros livros. Não compro para vender. Nem respeito quem o faz.